sábado, 21 de novembro de 2009

Informativo - Raineri Spohr

"POR CAMPO E GALPÕES "

DIA 20-11-09 SEXTA

LOCAL : ESTANCIA DE SÃO PEDRO

HORA : 22H 30

END : NA JOÃO ALFREDO

BAIRRO : NA CIDADE BAIXA

CIDADE : PORTO ALEGRE


DIA 21-11-09 SÁBADO

LOCAL : GALPÃO DE RONDA ( SEMANA DE INAUGURAÇÃO)

HORA : 22H

END: FELIX DA CUNHA ESQ. BENTO GONÇALVES

CIDADE : PELOTAS


DIA 22-11-09

LOCAL: NO RINCÃO NATIVO, COM FABRÍCIO MARQUES

HORA: 21H 30MIN

END: FELIX DA CUNHA, 859

CIDADE : PELOTAS


...Canto o homem do campo pelo seu espírito de luta;

...Canto as lidas campeiras por suas imagens e poesias;

...Canto a terra por suas vibrações e sua história;

...Canto por quem faz, respeita e merece.




RAINERI SPOHR

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

15º Rodeio Internacional do Mercosul

Novo Hamburgo sedia Feira da Música do Sul


Primeira edição oferece múltiplas atividades para a cadeia produtiva da música

Uma oportunidade de encontro, troca de experiências e contatos capaz de estimular a organização e fomentar a área, que é grande geradora de emprego e renda. Esse é o objetivo da 1ª Feira da Música do Sul, que acontece de 19 a 22 de novembro, nos Pavilhões da Fenac(Av. Nações Unidas, 3825), em Novo Hamburgo. O horário é das 10h às 24h e a entrada é franca. “Cultura não é apenas entretenimento. Além de fazer bem à nossa alma, a cultura gera empregos e renda e, portanto, é estratégica para o desenvolvimento econômico sustentável”, defende o deputado Ronaldo Zülke, coordenador do Fórum de Economia da Cultura.

Estudos indicam que o setor da economia da cultura no mundo passará de U$ 1,3 trilhão de 2005 para U$ 1,8 trilhão em 2010. O Banco Mundial estima que a economia da cultura responda por 7% do PIB global (dado de 2003). O processo de mobilização para a feira envolveu centenas de pessoas no evento preparatório denominado Circuito Gaúcho de Música, que levou debates e shows a 19 cidades do interior do Estado. O Circuito foi realizado pela Assembleia Legislativa do RS, Sesc/RS e GB Produtora, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio da Converse. Em cada cidade, o circuito contou com a parceria das Prefeituras e Secretarias Municipais de Cultura entre outros agentes locais.



A programação será rica e diversificada. Na mostra de Produtos e Serviços, distribuída em cerca de 60 estandes, a cadeia produtiva da música estará representada por fabricantes de instrumentos musicais e equipamentos, mídia especializada, indústria fonográfica, projetos sociais, além de uma praça de alimentação que priorizará a Economia Popular e Solidária. A cadeia produtiva da música também será objeto de Painéis e Oficinas, com personalidades da música e agentes culturais com o objetivo de buscar a qualificação dos trabalhadores da cultura e a difusão de informações. O Sebrae/RS oferecerá painéis sobre suas atividades na área cultural e sobre crédito para pequenas empresas, além de uma oficina sobre o Empreendedor Individual.

A programação musical será diversificada e terá como âncora três espetáculos que pretendem traçar um panorama da música do Rio Grande do Sul produzida na segunda metade do século XX, por meio de seus principais movimentos: os festivais nativistas, o rock gaúcho e a música popular urbana. A ideia é valorizar os principais compositores, intérpretes e instrumentistas destes movimentos surgidos nos anos 60, 70, 80 e 90 em shows coletivos com artistas gaúchos. Também será organizado um acampamento, abrindo espaço para momentos inspirados nas tertúlias nativistas.

Os principais articuladores são o Fórum de Economia da Cultura, coordenado pelo deputado Ronaldo Zülke (PT/RS) na Comissão de Economia e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa do RS, e o Fórum Permanente de Música do RS, na pessoa do músico Moysés Lopes. A realização é da GB Produtora e são apoiadores do projeto a Fenac, sede do evento, o Sebrae/RS, a Agência Brasileira de Promoção das Exportações do governo federal (Apex Brasil), a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), a Brasil, Música e Artes (BM&A), a Unimed, a Converse e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A Feira tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, e patrocínio da Petrobrás e Eletrobrás.



Festival Nativista - 2º O Rio Grande canta José Mendes, em Esmeralda


terça-feira, 17 de novembro de 2009

Final - O Rio Grande canta o cooperativismo, em Gramado

Dia 16 de novembro de 2009.

1º lugar -Tecelões de Rochdale
Letra - Armando Vasques dos Santos
Música - Adão Quintana e Daniel Freitas dos Santos
Intérprete - João Quintana
SICREDI Uruguaiana

2º lugar - Força Cooperativa
Letra - Érlon Péricles e Binho Pires
Música - Érlon Péricles
Intérprete - Leonardo Paim
COOPATRIGO de São Luiz Gonzaga

3º lugar - Iguais às Cigarras
Letra - Armando Vasques dos Santos
Música - Adão Quintana e Daniel Freitas dos Santos
Intérprete - João Walter e João Quintana
SICREDI Uruguaiana

Melhor instrumentista – Everson Maré (Reinventando o estradear)

Melhor intérprete - Leonardo Paim (Força cooperativa)

Melhor letra - Tecelões de Rochdale
Letra - Armando Vasques dos Santos
Música - Adão Quintana e Daniel Freitas dos Santos
Intérprete - João Quintana
SICREDI Uruguaiana

Melhor Melodia - Num Rio de Sonhar
Letra - Fernanda Irala Gomes
Música - João Bosco Ayala Rodrigues
Interpretação - Juliana Spanevello e Jean Kirchoff
SICREDI Guaíba

Melhor arranjo - Reinventando o Estradear
Letra - Caine Teixeira Garcia
Música - Robledo Martins e Rui Carlos Ávila
Intérprete - Rui Carlos Ávila e Robledo Martins
SICREDI Bagé

Música mais popular - Além da Utopia
Letra - João Antunes e João Ribeiro
Música - Leonardo Sarturi
Intérprete - Nenito Sarturi e Desidério Souza
COOPATRIGO de São Luiz Gonzaga e SICREDI Santiago

*Fonte: Blog UCS FM nos festivais

domingo, 15 de novembro de 2009

Resultados - 10º Candeeiro da Canção Nativa, de Restinga Seca

De 13 a 15 de novembro de 2009.

Veja as vencedoras:

1º lugar: Quando o campo inspira o canto
Autor: Ramires Monteiro
Intérprete: Leonardo Paim

2º lugar: Os punhais do tempo
Autores: Adão Quevedo e Robledo Martins
Intérprete: Robledo Martins

3º lugar: Posteiro do fundo
Autores: Edilberto Teixeira (in memorian) e Mariano Teixeira e Luciano Rodrigues
Intérprete: Jean Kirchoff

Melhor Instrumentista: Lucas Ferreira
Melhor Intérprete: Robledo Martins


Tema 50 anos de Restinga Seca: Na luz do candeeiro
Autores: Adriano Penteado/Jurema Penteado
Intérprete: Mano Pires

Mais Popular: Restinga da gente
Autores: Claudio Henke/Jean Kirchoff
Intérpretes: Analise Severo e Jean Kirchoff


*Colaboração: Fábio Maciel

CTG Aldeia dos Anjos de Gravataí vence o 24º Enart

Após três dias de competição encerrou nesta noite a 24ª edição do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart), em Santa Cruz do Sul. A modalidade mais concorrida foi as danças tradicionais que acontecem sempre no Ginásio Poliesportivo, no Parque da Oktoberfest. Neste ano, a novidade ficou por conta da divisão de categorias entre força A e B.
O grande campeão do Enart 2009 foi o grupo do CTG Aldeia dos Anjos, da cidade de Gravataí, 1ª Região Tradicionalista. Esta é a 10ª vez que eles vencem. Na força B, o título ficou com o CTG Chilena de Prata, que no ano que vem tem acesso garantido para disputar a força A das danças tradicionais.

Confira outros vencedores:

MELHOR ENTRADA
1º - CTG Porteira Velha
2º - CTG Aldeia dos Anjos
3º - CTG Estância Gaúcha

MELHOR SAÍDA
1º - CTG Aldeia dos Anjos
2º - CTG Estância Gaúcha
3º - DTG Clube Juventude

CTG MAIS POPULAR
CTG Aldeia dos Anjos

CLASSIFICAÇÃO FINAL DANÇAS TRADICIONAIS FORÇA A
1º - CTG Aldeia dos Anjos
2º - CTG Tiarayu
3º - DTG Clube Juventude
4º - CTG Rancho da Saudade
5º - CTG Cel. Thomaz Luiz Osório

CLASSIFICAÇÃO FINAL DANÇAS TRADICIONAIS FORÇA B
1º - CTG Chilena de Prata
2º - DTG Leao da Serra
3º - CTG Chaleira Preta
4º - CTG Estirpe Gaúcha
5º - CTG Capão da Porteira
*Fonte: Portal Gazeta

Triagem - 36ª Califórnia da Canção Nativa, de Uruguaiana


A comissão organizadora da XXXVI Califórnia da Canção Nativa do Rio Grande do Sul, apresenta as 16(dezesseis), músicas classificadas para a edição 2009 do Festival, que acontece de 3 (três) a 6 (seis) de dezembro no Parque Agrícola e Pastoril em Uruguaiana.


Jurados: Sérgio Rojas, Dilan Camargo, Victor Hugo, Airton dos Anjos e Juarez Fonseca


A LO LARGO
Letra: Carlos Leandro Cachoeira e Chicão Dorneles
Música: Carlos Cachoeira


A RAZÃO DOS LENÇOS
Letra: Armando Vasques
Música: Francisco Alves


A SANGA DO PEDRO LIRA
Letra: Demétrio Xavier
Música: Marco Aurélio Vasconcelos


ATRACA SEU MORAES
Letra e Música: Érlon Péricles


COPLAS PARA UM PAR DE RÉDEAS
Letra: Rômulo Chaves
Música: Émersom Martins


DE TEMPO E COMPARSA
Letra: Tiago Summan e Guilherme Summan
Música: Ricardo Martins e Mateus Alves


DE VOLTA PRA 28
Letra: Armando Vasques
Musica: Francisco Alves


DOIS TAURAS NUM SÓ RODEIO
Letra: Martin Cesar Gonçalves
Música: Marco Aurélio Vasconcellos


E CHOVIA
Letra: Antônio Augusto Fagundes
Música: Duca Duarte


MENINA TRAVESSA
Letra: Heleno Cardeal
Música: Pedro Guerra


METÁFORA SUSPENSA
Letra: Rafael Ovídio
Música: Rafael Ovídio/César Santos


MILONGUITA PRA SE CANTAR SEM GRITAR
Letra: Silvio Genro
Música: Pirisca Grecco e Duca Duarte


OUTRA MILONGA
Letra: Fábio Prates
Música: Matheus Alves


O SONHO DOS BICHOS
Letra: Juliano Javoski
Música: Juliano Javoski


POÇO DE MÁGOAS
Letra: Vaine Darde
Música: Adão Quevedo


TROPEIRO DA MEIA-NOITE
Letra: Tulio Urach e Fernando Saldanha
Música: Paulinho Goulart